Carolina Pedrosa

Poetas

Carolina Cavalcanti Pedrosa, também conhecida como Carol Pedrosa, nasceu no dia 22 de março de 1987, em Curitiba, Paraná. Idealizadora das páginas “Cartas para Carolina”, no Instagram e Facebook, e do blog carolinacavalcantipedrosa.com.br onde publica seus textos e poemas, é atualmente uma das mais conceituadas influenciadoras digitais relacionadas à literatura no país. Em 2018 publicou o seu primeiro livro, “Cartas aos Cinéfilos: Crônicas de Cinema”, com 90 crônicas e reflexões sobre filmes que marcaram a sua vida.

Formada em direito, a literatura apareceu na vida de Carolina desde muito jovem. De uma maneira confessional, parece usar da poesia o subterfúgio ideal para expressar seus sentimentos mais profundos. Passou a publicar os seus textos a partir de 2017 nas redes sociais, tornando-se bastante conhecida no meio digital.

Cinema e literatura são os temas mais abordados nos poemas da escritora. Aliando essas duas paixões, “Cartas aos Cinéfilos: Crônicas de Cinema”, apresenta de forma bem peculiar e inovadora, lições universais que possam ser utilizadas na vida, independentemente de ter assistido ou não ao filme. Sempre aguçando reflexões,  seus textos buscam observar lados positivos dos acontecimentos para aproximar a arte do cotidiano das pessoas.

Poemas de Carolina Pedrosa:

Se Eu Pudesse…

Se eu pudesse escrever colorido, pintaria o papel com todas as cores. Do azul ao amarelo, do magenta ao anis. Traria em cada palavra um tom, coloriria o gris. Como a palavra não tem cor, trago os tons no poema. Desenho a página em branco com palhetas de alfazema. No...

ler mais

Chuva de Jasmim

Aqui dentro chove. Nem sempre faz sol em mim. Porém, da chuva brotam sementes. Girassol, rosa, jasmim. O belo não mora só no óbvio. Há beleza na chuva, sim. É ela que dá vida. É dela que vem o começo. Nela, que jaz o fim.

ler mais

Quatro Estações de Mim

Quem sou eu neste verão? Sol, brisa, paixão? Quem eu sou neste inverno? Um recomeço fraterno? Faço as pazes comigo mesma. Com quem fui, com quem serei. Sou nesta estação, amanhã já mudarei. Sou primavera de minhas memórias. Renovo o outono em mim. Desabrocho-me sobre...

ler mais

Poetas similares à Carolina Pedrosa

Trackbacks / Pingbacks

  1. Coluna Cartas de Carolina » Recanto do Poeta - […] Por Carolina Cavalcanti Pedrosa […]
  2. Cartas de Carolina: Dicas Culturais para a Quarentena » Recanto do Poeta - […] (Carolina Cavalcanti Pedrosa) […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias

0