Paulo Sabino

Paulo Sabino

Paulo Sabino

Poetas

Paulo Sabino nasceu no dia 24 de junho de 1976, no Rio de Janeiro. Poeta, jornalista e ativista cultural, é um dos grandes nomes da militância poética na atualidade, sendo o organizador de diversos movimentos, ações e atividades literárias. Curador do selo “Bem-Te-Li”, é autor do livro “Um Para Dentro Todo Exterior”, publicado em 2018. Atualmente edita o site literário “Prosa Em Poema” e coordena os projetos “Ocupação Poética” e “A Estante do Poeta”, além do “Sarau do Largo das Neves”, todos na cidade do Rio de Janeiro.

Nascido em Olaria, tradicional bairro do subúrbio carioca, Paulo Sabino faz da literatura uma extensão da sua vida pela cidade. Enxerga poesia nos recantos mais simples do cotidiano e amplia os horizontes de seus sentimentos com profundas reflexões sobre as ações humanas, unindo peculiar suavidade estética a uma forte tenacidade aos temas.

Muito querido e respeitado pela cena literária do Rio, Sabino conta com participações luxuosas em seu livro de estreia: Antonio Cicero, poeta, filósofo e membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), foi responsável por escrever a orelha da obra, enquanto a renomada escritora Nélida Piñon fez o prefácio. “Um Para Dentro Todo Exterior” foi lançado durante a FLIP 2018, na programação paralela, com grande participação do público.

Em 2019, o poeta apresentou uma exposição audiovisual de poesia, no espaço Oi Futuro, no Rio de Janeiro. O artista convidou outros amantes da palavra para participar das obras apresentadas, criando uma rede de pessoas em torno de suas leituras. Em um grande painel no térreo do centro cultural foram reproduzidos vídeos postados por ele em suas redes sociais. Atualmente Paulo Sabino também participa do programa musical “LáDóSiLar”, fazendo a seleção e leitura de poemas apresentados durante as temporadas.

Poemas de Paulo Sabino:

Ser Tão Mar

a reza pela viagem que me preza a certa seta que trilha e acerta o percurso e a meta o receio de sertão não me descreva a treva no coração nunca se atreva [ ser tão mar a transversar águas precisas através do impreciso atravessar ]

ler mais

Um Para Dentro Todo Exterior

nada a esconder mesmo que muito por saber o mundo é um para dentro todo exterior por detrás do dentro apenas o dentro nada é o que há para além do que há: o oculto às claras fundura em superfície o mistério sem segredos: todas as coisas ao alcance dos...

ler mais

Meu Mundo, Minha Moeda

meu corpo, minha regra: porque a vida só vale se agrega o valor e a condição que me cabem: ser quem decide molde e cor da roupagem meu corpo, minha regra: porque a vida só vale a entrega quando vestido o que trago na bagagem: nada às escondidas na hora da triagem meu...

ler mais

Poetas similares a Paulo Sabino:

  • Mano Melo
  • Geraldo Carneiro
  • Antônio Carlos Secchin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias

0