Menotti Del Picchia

por nov 3, 2018Poetas0 Comentários

Menotti Del Picchia nasceu no dia 20 de março de 1892, na cidade de São Paulo. Um dos mais conceituados poetas da literatura nacional, foi grande personagem do Modernismo, sendo articulador e ativista da Semana de Arte Moderna, realizada em São Paulo no ano de 1922. Sua grande obra “Juca Mulato”, é considerada um marco do pré-modernista do país. Eleito em 1943, Menotti Del Picchia também foi membro da Academia Brasileira de Letras, ocupando a cadeira n. 28 da ABL.

Filho de imigrantes italianos, Menotti Del Picchia publicou o seu primeiro livro em 1913, “Poemas do Vício e da Virtude”. Quatro anos depois, em 1917, apresentou o poema “Juca Mulato”, que causou enorme repercussão ao movimento modernista que começava a despontar no Brasil. Utilizando inovações linguísticas, essa obra, em que a temática é o caboclo, fixando o temperamento triste do brasileiro, foi reproduzida em diversos jornais do país levando o autor ao reconhecimento nacional.

Com o seu nome ligado aos movimentos vanguardistas, Menotti Del Picchia liderou a Semana de Arte Moderna de 22. O autor abriu a segunda noite, a mais importante e a mais tumultuada do evento, com uma conferência em que era negada a filiação do grupo modernista ao futurismo de Filippo Tommaso Marinetti, mas que defendia a integração da poesia com os tempos modernos, a liberdade de criação e, ao mesmo tempo, a criação de uma arte genuinamente brasileira.

Em 1924, ao lado de Cassiano Ricardo, Plínio Salgado e Guilherme de Almeida, criou o Movimento Verde e Amarelo, como reação ao tipo de nacionalismo defendido por Oswald de Andrade. Entre os anos de 1926 e 1962, priorizou a sua carreira política, ocupando os cargos de deputado estadual, duas vezes, e federal, por três vezes, ambos pelo Estado de São Paulo.

Em 1960, o porta recebeu o “Prêmio Jabuti de Poesia”. Em 1968, foi homenageado com o título de “Intelectual do Ano”. Em 1987, um ano antes de sua morte, foi inaugurada em Itapira, cidade paulista onde viveu a infância, a “Casa Menotti Del Picchia”, para preservação do seu acervo.

Menotti Del Picchia faleceu no dia 23 de Agosto de 1988, em São Paulo.

Poemas de Menotti Del Picchia:

Ser Feliz

Ser feliz! Ser feliz estava em mim, Senhora.. . Este sonho que ergui o poderia pôr onde quisesse, longe até da minha dor, em um lugar qualquer, onde a ventura mora; onde, quando o buscasse, o encontrasse a toda hora, tivesse-o em minhas mãos... Mas, louco sonhador, eu...

ler mais

Noite

As casas fecham as pálpebras das janelas e dormem. Todos os rumores são postos em surdina, todas as luzes se apagam. Há um grande aparato de câmara funerária na paisagem do mundo. Os homens ficam rígidos, tomam a posição horizontal e ensaiam o próprio cadáver. Cada...

ler mais

O Voo

Goza a euforia do voo do anjo perdido em ti Não indagues se nossas estradas, tempo e vento desabam no abismo. que sabes tu do fim... Se temes que teu mistério seja uma noite, enche-o de estrelas conserva a ilusão de que teu voo te leva sempre para mais alto no...

ler mais

Soneto

Soneto! Mal de ti falem perversos que eu te amo e te ergo no ar como uma taça. Canta dentro de ti a ave da graça na gaiola dos teus quatorze versos. Quantos sonhos de amor jazem imersos em ti que és dor, temor, glória e desgraça? Foste a expressão sentimental da raça...

ler mais

Beleza

A beleza das coisas te devasta como o sol que fascina mas te cega. Delas contundo a luminosa entrega nunca se dá, melhor, nunca te basta. E a imensa paz que para além te arrasta quanto mais se te esquiva ou te renega... Paz tão do alto e paz dessa macega que nos...

ler mais

Juca Mulato

Germinal 1 Nuvens voam pelo ar como bandos de garças, Artista boêmio, o sol, mescla na cordilheira pinceladas esparsas de ouro fosco. Num mastro, apruma-se a bandeira de São João, desfraldando o seu alvo losango. Juca Mulato cisma. A sonolência vence-o Vem, na tarde...

ler mais

Poetas similares a Menotti Del Picchia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias