Olga Savary

Poetas

Olga Savary nasceu no dia 21 de maio de 1933, em Belém do Pará. Além de poeta, ela também é contista, novelista, crítica e tradutora, tendo traduzido mais de 40 obras, principalmente de escritores hispano-americanos, como Jorge Luís Borges, Julio Cortazar, Pablo Neruda e Octavio Paz. Ficou nacionalmente conhecida por ter sido a primeira mulher a lançar um livro inteiramente dedicado a poemas eróticos. Com 20 publicações na carreira, recebeu o Prêmio Jabuti, em 1971.

A obra poética de Olga Savary caracteriza-se pela à concisão, formas breves e metros curtos. Escrevendo pequenas elegias e também haicais, grande parte de seus poemas exploram os elementos da natureza, além da essência da mulher.

Muito dos seus livros são, até hoje, objetos de teses, adaptações e também foram musicadas por compositores eruditos e da MPB, em discos e CD. Atualmente ela reside no Rio de Janeiro.

Poemas de Olga Savary:

Pássaro

A noite não é tuamas nos dias—curtos demais para o vôo —amadureces como um fruto.Tuas asas seguem as estações.É tua a curvatura da terra.Pássaro, metáfora de poeta.

ler mais

Saturnal

Paraíso é essa boca fendida de romã— bagos de vida,paraíso é esse mistério de água ininterruptafluindo do terminal das coxas,é a vulva possuída-possuindovioláceo cacho de uvas,é esse dorso de vinho navegávelatocaiado para um crime.

ler mais

Poetas similares à Olga Savary

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias