Nasce o Vespeiro Poético

Novo movimento busca efervescer a cena literária com atividades sociais

Idealizado pelos poetas e jornalistas Igor Calazans e Érica Magni, o Vespeiro Poético é um movimento cultural voltado para atividades literárias e ações sociais em todo o Rio de Janeiro. De debates, palestras, encontros e saraus entre escritores e demais profissionais do segmento, até apresentações, oficinas, laboratórios e visitações em comunidades e escolas públicas, a ideia é aproximar a arte poética das pessoas e fazer com que a diversidade de expressões reúna uma nova cena artística, mais vibrante e pungente.

As primeiras atividades do Vespeiro Poético começaram em novembro de 2019, através de encontros literários na Livraria Prefácio, em Botafogo. Uma vez por mês, poetas se reúnem para discutir um tema proposto pelos idealizadores. Dentre grandes convidados que estiveram presentes, podemos citar nomes como o do ativista cultural João do Corujão, o ator Bayard Tonelli, os poetas Paulo Sabino, Alexandre Guarnieri, Nuno Rau e André Capilé, as poetas Wanda Monteiro, Bruna Mitrano e Tatiana Pequeno, além de Fred Spada, Jean Cândido Brasileiro, Nélida Capela e Sérgio Neto, importantes profissionais do mercado editorial.

Em janeiro de 2020, o Vespeiro Poético iniciou parceria como o “Coletivo em Silêncio”, e passou também apresentar atividades na Fundição Progresso, tradicional casa de eventos na Lapa, Centro do Rio de Janeiro. A primeira edição teve como tema a “Poesia em Cárcere”, reunindo poetas que já estiveram presos e que, mesmo em condições insalubres, conseguiram através da poesia uma forma de libertação do enclausuramento. Nesse encontro estiveram presentes a poeta Valéria Mello, que escreveu o seu primeiro livro dentro do presídio Talavera Bruce, do também ex-presidiário Samuel Lourenço, além do professor Pedro Cunca, especialista em Direitos Humanos.

Sobre os idealizadores

Igor Calazans

Nascido em Niterói-RJ, Igor é idealizador e editor das plataformas digitais do Recanto do Poeta. Como escritor, em 2014 foi considerado uma das três principais revelações da poesia brasileira através do Prêmio “Sarau Brasil”. Publicou três livros até o momento: “Devaneios: O Recanto do Poeta”, em 2015; “Palavras de Estimação”, em 2017, e “Como a Água que Bebo”, no final de 2019. Nesse mesmo ano foi classificado entre os 10 melhores poetas do país pelo Prêmio “Poetize”.

“O Vespeiro Poético partiu de uma inquietação. Como se fosse um zumbido incomodando o ouvido e dizendo que nós precisávamos fazer algo pela poesia. Acredito no poder de transformação social que a arte tem e é isso que buscamos através de atividades diversas, aproximando pessoas, ideias e percepções”.

Érica Magni

Nascida no Rio de Janeiro, Érica começou a apresentar os seus primeiros poemas em 2011, através do blog “poerica”. Publicou o seu primeiro livro em 2019, intitulado “Poérica”.

“Cada encontro é emocionante pois retornamos à essência do diálogo que quer apresentar soluções para fomentar o desenvolvimento de novas ações criativas na cidade”.