Eduardo Alves da Costa

Poetas

Eduardo Alves da Costa nasceu no dia em 6 de março de 1936, em Niterói, Rio de Janeiro. Poeta modernista, possui 24 obras literárias, incluindo participação em diversas antologias. O seu poema mais conhecido, “No caminho, com Maiakóvski”, publicado na década de 60, faz parte do livro “Os Cem Melhores Poetas Brasileiros do Século”, organizado por José Nêumanne Pinto.

Durante a juventude, Eduardo Costa mudou-se para São Paulo para cursar Direito na Universidade Presbiteriana Mackenzie, onde graduou-se em 1952. A partir da década de 60, passou a atuar como agitador cultural organizando diversas atividades literárias, como “As Noites de Poesia”, encontro que divulgava obras de jovens poetas no Teatro de Arena. Em 1962, participou do movimento “Os Novíssimos”, junto com Massao Ohno.

Justamente nesse período, Eduardo Alves da Costa publicou o seu poema mais popular: “No caminho, com Maiakóvski”. Escrito como manifestação de revolta à intolerância e violência impostas pela ditadura militar, os versos chegaram a ser atribuídos ao próprio poeta russo, entoados pelos manifestantes durante a campanha das “Diretas Já”. Para outras pessoas, o verdadeiro autor da poesia era o dramaturgo alemão Bertold Brecht.

O romance “Tango, com Violino”, de 2010, foi sua última obra publicada. Em relação à poesia, sua última publicação aconteceu em 2009, com o livro “Balada para os Últimos Dias”. 

Poemas de Eduardo Alves da Costa:

Poema da Cartomante

Estendo minha mãoe a velha me falade um futuro tão remotoque chego quase a descrer da Bomba.Ah, deliciosa visão,promessas de vida longa,um lar felize até mesmo um nomepara ser honrado.Lê, mulher; procuraem minha mãoa certeza que me falta.Aprendeste a profissãonos...

ler mais

A Outra Canção do Exílio

Minha terra tem Palmeiras,Corinthians e outros timesde copas exuberantesque ocultam muitos crimes.As aves que aqui revoamsão corvos do nunca mais,a povoar nossa noitecom duros olhos de açoiteque os anos esquecem jamais. Em cismar sozinho, ao relento,sob um céu...

ler mais

No Caminho, Com Maiakóvski

Assim como a criançahumildemente afagaa imagem do herói,assim me aproximo de ti, Maiakósvki.Não importa o que me possa acontecerpor andar ombro a ombrocom um poeta soviético.Lendo teus versos,aprendi a ter coragem. Tu sabes,conheces melhor do que eua velha história.Na...

ler mais

Poetas similares a Eduardo Alves da Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias