John Cage

Poetas

John Milton Cage Jr. nasceu a 5 de setembro de 1912, em Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos. Considerado um dos mais revolucionários compositores musicais do século XX, também teve grande influência nos movimentos vanguardistas no período pós-guerra. Em seu país, é visto como um entusiasta e, até mesmo, o principal sucessor de Walt Withman.

Inquieto e muito estudioso, a obra artística de John Cage é diretamente influenciada pela cultura asiática, principalmente a filosofia indiana e 0 zen budismo, na década de 40. O “I Ching”, texto clássico chinês, o inspirou a escrever sobre o que ele idealizou  de “música de acaso” ou “música aleatória”. Assim como nas composições musicais, no plano poético, Cage abraçou o indeterminismo, deixando elementos de criação ao acaso, usando processos casuais e extremamente instintivos.

Apesar de a sua obra ser vista como um pouco ortodoxa, a sua matéria prima circunda o óbvio, o cotidiano, e tudo o que já existe mas que passa despercebido ao sentimento geral. Além disso, Cage buscou aproximar a relação do artista com o público, num plano de arte menos “celestial” e “inatingível”. Através desses conceitos, ele criou a peça “4’33″”, pela qual ficou célebre. 

“Silence”, de 1961, foi a primeira obra (musical literária/literária musical) de John Cage. O livro resulta de suas experiências existenciais, um mosaico anárquico musical, partindo sempre da música para o pensamento poético

John Cage esteve no Brasil em 1968, em plena ditadura militar. Ele foi chamado por integrantes da extinta CIRA-Brasil (Seção brasileira do Centro Internacional de Pesquisas sobre o Anarquismo) para dar uma palestra no curso chamado “Alguns Aspectos Históricos do Anarquismo”, sobre Henry David Thoreau, seu grande ídolo na poesia, e os ideais da
desobediência civil.

No ano seguinte, em 1969, após a perseguição dos organizadores e participantes do curso, Cage foi citado pelos membros da ditadura como “oferecedor” de curso de caráter subversivo. Mais tarde, ele escreve um livro de caráter poético falando sobre as ideias anarquista, chamado “Anarchy” (não encontrado traduzido para o português).

Sua única obra traduzida no Brasil (por Rogério Duprat e Augusto de Campos), “De segunda a um ano” (A year from monday), reúne alguns dos caminhos mais percorridos por Cage em sua trajetória poética.

John Cage faleceu no dia  12 de agosto de 1992, em Nova York, Estados Unidos.

Poemas de John Cage:

Canção

Vespas constroemabobrinhasolho a águia pescadoraao ouvir isso. Das árvores e arbustos sobrou poucopouca coisa nasce nos aterros arenososevanesce no arigual truques de um aprazível daimon para me entretere pássaros se ouvem vir de dentro da neblina. Rebenta igual um...

ler mais

Poetas similares a John Cage

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias