Henry David Thoreau

Poetas

Henry David Thoreau nasceu a 12 de julho de 1817, em Concord, nos Estados Unidos. Considerado um dos poetas mais subversivos da história – por vezes citado como um anarquista individualista – foi um ávido porta-voz do abolicionismo e da desobediência cívil, inspirando grandes autores e intelectuais de sua geração, como Liev Tolstói, Mahatma Gandhi e Martin Luther King, além de poetas mais recentes como John Cage.

A personalidade inquieta e questionadora de Thoreau era nítida na maneira em que se apresentava no dia a dia e escrevia seus textos. Realizava leituras públicas atacando as leis contra as fugas de escravos evocando os escritos de Wendell Phillips e defendendo o abolicionista John Brown.

Em relação à produção literária, suas obras apresentam grandes preocupações com a ecologia, sendo considerado um naturalista. Dentre outras vertentes, o poeta evidencia grande sensibilidade através de experiências pessoais, sentidos simbolistas e dados históricos, sempre de maneira muito precisa e detalhista.

Thoreau também traz forte filosofia em seus poemas. Ele era um grande interessado na ideia de sobrevivência em contextos hostis e a decadência natural, ao mesmo tempo em que buscava descobrir as verdadeiras necessidades da vida .

Henry David Thoreau faleceu no dia 6 de maio de 1862, em Concord, nos Estados Unidos.

Poemas de Henry David Thoreau:

O Atraso do Poeta

Em vão, vejo a manhã melhorar,Em vão eu assisto o oeste brilhar,Que olha ociosamente para outros céus,Imaginando a vida de outras maneiras Em meio a tanta riqueza sem limites,Ainda assim, estou sozinho e pobre por dentro,Os pássaros cantaram seu verão,mas a minha...

ler mais

Todas as Coisas se Encontram em Curso

Todas as coisas se encontram em cursoNo solo terrestre,Os espíritos e os elementosTêm as suas quedas. À noite e o dia, ano após ano,Alto e baixo, perto e longe,Estes são os nossos próprios aspectos,Estes são os nossos próprios arrependimentos. Os deuses da terra,Que...

ler mais

Fui à Floresta

Fui à floresta porque queria viver deliberadamente, encarar apenas os fatos essenciais da vida, e ver se eu poderia aprender o que ela tinha a ensinar, e não, quando eu vier a morrer, descobrir que nunca vivi. Eu não desejei viver o que não era vida, estar vivendo me...

ler mais

Poetas similares a Henry David Thoreau

Trackbacks / Pingbacks

  1. Pier Paolo Pasolini » Recanto do Poeta - […] David Henry Thoreau […]
  2. Robert Frost » Recanto do Poeta - […] no dia 26 de março de 1874, em São Francisco, Califórnia, Estados Unidos. Ao lado de nomes como Henry…
  3. A Salvação da Humanidade ou a Conta não Bate? » Recanto do Poeta - […] lá atrás, Thoreau já nos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias

0