T. S. Eliot

Poetas

Thomas Stearns Eliot, mais conhecido como T. S. Eliot, nasceu no dia 26 de setembro de 1888, em Saint Louis, Missouri, nos Estados Unidos. Poeta, ensaísta e dramaturgo, recebeu o Prêmio Nobel de Literatura em 1948. Membro de uma tradicional família britânica, naturalizou-se inglês aos 39 anos de idade, depois de viver por mais de uma década em Londres.

Tendo o poeta francês Charles Baudelaire como grande fonte de inspiração, a poesia de T. S. Eliot ficou marcada pela liberdade de escrita, desconstrução de métricas e composições dos versos, que o fizeram ser uma figura importante do modernismo e um instrumento de renovação poética, com novas estruturas formais. As obras de T. S. Eliot abordavam críticas à cultura da época, sempre de forma irônica, satírica e pessimista.

As influências religiosas também são traços fortes das obras literárias de T. S. Eliot. Quando se torna membro da Igreja Anglicana, seus poemas ganham contornos tradicionais, buscando manter o inglês arcaico e os valores cultivados na Europa . Após conversão ao cristianismo, ele passa a se dedicar à literatura sânscrita e a filologia indiana.

T . S. Eliot faleceu no dia 04 de janeiro de 1965, em Londres.

Poemas de T . S. Eliot:

A Terra Desolada

(Trecho) Abril é o mais cruel dos meses, germina Lilases da terra morta, mistura Memória e desejo, aviva Agônicas raízes com a chuva da primavera. O inverno nos agasalhava, envolvendo A terra em neve deslembrada, nutrindo Com secos tubérculos o que ainda restava de...

ler mais

Os Homens Ocos

Nós somos os homens ocos Os homens empalhados Uns nos outros amparados O elmo cheio de nada. Ai de nós! Nossas vozes dessecadas, Quando juntos sussurramos, São quietas e inexpressas Como o vento na relva seca Ou pés de ratos sobre cacos Em nossa adega evaporada Fôrma...

ler mais

Manhã à Janela

Há um tinir de louças de café Nas cozinhas que os porões abrigam, E ao longo das bordas pisoteadas da rua Penso nas almas úmidas das domésticas Brotando melancólicas nos portões das áreas de serviço. As ondas castanhas da neblina me arremessam Retorcidas faces do...

ler mais

Poetas similares a T . S . Eliot

Trackbacks / Pingbacks

  1. Bruno Tolentino » Recanto do Poeta - […] T.S. Eliot […]
  2. John Donne » Recanto do Poeta - […] John Mayra Donne nasceu por volta de 19 de junho 1572, em Londres, Inglaterra. Considerado o maior representante dos poetas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias